gabge

Últimas notícias

Infomoney
14:28 22/10/20

BC aprova 762 instituições para ofertar o Pix a partir de novembro

Bancos, financeiras, fintechs poderão oferecer novo sistema The post BC aprova 762 instituições para ofertar o Pix a partir de novembro appeared first on InfoMoney.

BC aprova 762 instituições para ofertar o Pix a partir de novembro
RENOVA Mídia
14:18 22/10/20

Bolsonaro diz que Doria age de forma ‘ditatorial’

Bolsonaro diz que Doria quer obrigar todos os 45 milhões de paulistas a tomar vacina. Leia no site da RENOVA Mídia » Bolsonaro diz que Doria age de forma ‘ditatorial’

Bolsonaro diz que Doria age de forma ‘ditatorial’
Canaltech
14:17 22/10/20

Flashdance: Em Ritmo de Embalo ganhará reboot em formato de série

A música Flashdance... What a Feeling ficou marcada no imaginário de gerações desde que Flashdance: Em Ritmo de Embalo foi lançado em 1983. A novidade, agora, é que a Paramount irá produzir uma série baseada no clássico oitentista. Disney+ dá sinal verde para série baseada no clássico oitentista Willow 10 filmes clássicos imperdíveis para assistir online 10 clássicos da Sessão da Tarde para você rever na Netflix A série será produzida pela Paramount Television Studios e contará com um roteiro de Tracy McMillan, de Fugitivos da Marvel, e Angela Robinson estreando como diretora. As mudanças na equipe técnica já são significativas ao trazer duas mulheres para a direção e o roteiro. Mas será mais do que isso. O protagonismo da história mudará e irá acompanhar uma mulher negra que quer seguir carreira no ballet, mas vive sua realidade como stripper, lutando “para encontrar seu lugar no mundo enquanto navega pelo romance, dinheiro, arte, amizade e como amar a si mesma”. Apesar de termos uma boa noção de como será a trama, a protagonista do novo Flashdance não foi divulgada ainda. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Imagem: Reprodução/Paramount Pictures Filmes, Séries, Músicas, Livros e Revistas e ainda frete grátis na Amazon por R$ 9,90 ao mês, com teste grátis por 30 dias. Tá esperando o quê? O filme de 1983 foi marcado pelo sucesso de Jennifer Beals no papel de protagonista e é provável que a escolha de elenco seja feita com vistas a encontrar alguém que possa levar a iconicidade do filme adiante. Este não é o único clássico a ganhar uma série. Vale lembrar que a Paramount TV Studios está também preparando uma série spin-off de Grease — Nos Tempos da Brilhantina e que ambas as séries estão previstas para serem lançadas diretamente no Paramount+, a plataforma de streaming da produtora. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi cutuca Apple e diz que vai reduzir uso de plástico e manter o carregador Samsung registra patente de celular com uma curiosa tela destacável iPhone 12 Pro Max é homologado pela Anatel e já pode ser vendido no Brasil Naves poderiam chegar a Titã, lua de Saturno, em apenas 2 anos com este motor Google Play Música é encerrado tanto na web quanto no aplicativo; entenda

Flashdance: Em Ritmo de Embalo ganhará reboot em formato de série
Olhar Digital
14:16 22/10/20

WhatsApp vai permitir vendas direto pelo aplicativo

O WhatsApp pretende ir além de ser um aplicativo de mensagem. Faz parte dos planos da empresa permitir que lojas façam vendas diretamente pelo app. O serviço ainda está em fase de testes iniciais e prevê que as companhias mostrem seus catálogos, permitindo ao consumidor escolher e pagar pelo próprio WhatsApp.O sistema deve ter lançado já no ano que vem, inicialmente restrito a pequenos negócios. Para funcionar, porém, o aplicativo espera integrar o WhatsApp Pay. No Brasil, a ferramenta foi anunciada em junho, mas, após alguns problemas, ainda aguarda a aprovação do Banco Central.Segundo Matthew Idema, diretor de operações do WhatsApp, a ideia foi motivada por conta da intensificação do uso do aplicativo durante a pandemia do coronavírus. "A maioria das pessoas prefere resolver tudo por mensagens e isso faz sentido, já que com o trabalho remoto, ninguém quer mais esperar a resposta de um e-mail ou fazer um contato na linha telefônica", afirmou em entrevista. "Mensagens são mais rápidas e dinâmicas", destacou o executivo.ReproduçãoFerramenta vai funcionar com integração com o WhatsApp Pay. Foto: DANIEL CONSTANTE/ShutterstockDesde abril, quando o home office se popularizou no mundo todo, o WhatsApp viu um aumento significativo em seu uso. Foram mais de 100 bilhões de mensagens enviadas desde então. Além disso, Idema afirmou que as ligações e chamadas de vídeo também passaram a ser usadas com maior frequência.Para ajudar no gerenciamento das vendas e permitir uma integração entre WhatsApp, Instagram e Facebook, a empresa também vai oferecer a possibilidade do uso de serviços de hospedagem (APIs). A ferramenta deve ser cobrada, já que são mais utilizadas por empresas para mandar notificações, códigos de autenticação e outras informações.WhatsApp Pay passa por testes no paísUm grupo limitado de cartões vai poder fazer transações de baixo valor usando o WhatsApp Pay. É o que informaram a Mastercard e a Visa. Segundo as empresas, o objetivo é testar o sistema. Essa autorização foi dada pelo Banco Central do Brasil apenas para um período de testes. Depois, ainda será necessária a liberação total do sistema.O Bacen afirma que a solicitação está sendo analisada e segue o procedimento normal de aprovação. Mais detalhes sobre a operação e o prazo de liberação não foram informados.Via: Folha de S.Paulo

WhatsApp vai permitir vendas direto pelo aplicativo
Infomoney
14:11 22/10/20

Como funciona o voto por carta nos EUA e por que ele deve atrasar o resultado da eleição

Estados Unidos já estão próximos de bater recorde de votos pelo correio em 2020 e esse tem sido um assunto de grande polêmica entre os eleitores The post Como funciona o voto por carta nos EUA e por que ele deve atrasar o resultado da eleição appeared first on InfoMoney.

Como funciona o voto por carta nos EUA e por que ele deve atrasar o resultado da eleição
Infomoney
14:08 22/10/20

Bancos serão a estrela da bolsa brasileira em 2021, diz gestor da NCH

O ano de 2021 pode ser a redenção dos bancões, segundo gestor da NCH. The post Bancos serão a estrela da bolsa brasileira em 2021, diz gestor da NCH appeared first on InfoMoney.

Bancos serão a estrela da bolsa brasileira em 2021, diz gestor da NCH
Sempre Update
14:00 22/10/20

Aplicativo Linux 1Password agora está em beta

O aplicativo oficial 1Password para Linux está disponível para testes antes do lançamento estável. Os builds de pré-visualização foram lançados temporariamente no início deste ano (com algumas ressalvas). O feedback obtido claramente rendeu frutos, já que a equipe está de volta com um candidato beta para os fãs do serviço experimentarem. O 1Password é um […] O post Aplicativo Linux 1Password agora está em beta apareceu primeiro em SempreUPdate.

Aplicativo Linux 1Password agora está em beta
Computerworld
14:00 22/10/20

Digitalização causada pela pandemia eliminará 85 milhões empregos até 2025

Estudo divulgado na quarta-feira (21) pelo Fórum Econômico Mundial (WEF, na sigla em inglês) apontou que 85 milhões de empregos serão eliminados até 2025 por conta das soluções de automação, que cresceram de forma significativa durante a pandemia.  “Houve uma desaceleração na taxa de criação de empregos”, disse Saadia Zahidi, diretora-gerente do Fórum Econômico Mundial, […]

Digitalização causada pela pandemia eliminará 85 milhões empregos até 2025
Canaltech
14:00 22/10/20

DNA do Brasil | Entenda como o DNA brasileiro pode mudar a medicina de precisão

Para incluir o Brasil no mapa da genômica mundial e diversificar bancos de dados com populações multiétnicas e miscigenadas — algo ainda raro nas pesquisas do tipo e que pode turbinar a saúde de precisão —, desde janeiro deste ano, a geneticista e professora da USP Lygia da Veiga Pereira coordena o projeto DNA do Brasil. Além de parceria com o Google Cloud e a DASA, a iniciativa que ambiciona sequenciar 40 mil genomas brasileiros passou a contar, recentemente, com incentivo do Ministério da Saúde. Em 2020, projeto DNA do Brasil deve sequenciar o genoma de 47 mil brasileiros BR constrói maior banco genômico de idosos da América Latina; saiba o porquê Duas mulheres ganham Prêmio Nobel de Química por técnica de edição de DNA Para além do sequenciamento e disponibilização das informações em banco de dados públicos, a iniciativa busca relacionar genes com possíveis doenças e formas de prevenção. De olho na medicina de precisão, a pesquisadora Pereira compartilhou os primeiros resultados do projeto DNA do Brasil durante a III Semana de Biotecnologia USP, organizada pelo Programa Interunidades de Pós-Graduação em Biotecnologia e pelo Centro Acadêmico Barbara McClintock, com programação totalmente virtual até sexta-feira (23). Projeto DNA do Brasil já descobriu 25 milhões de novas variações genéticas (Imagem: Reprodução/ III Semana de Biotecnologia USP)Nesses primeiros meses, “recebemos 2,8 mil amostras de DNA e já temos na nuvem os primeiros 1,2 mil genomas brasileiros que começamos a analisar", conta a professora Lygia sobre os resultados preliminares da pesquisa DNA do Brasil. Até agora, foram descobertas 25 milhões de variações genéticas inéditas para o estudo da biologia humana. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Por que sequenciar o genoma brasileiro? De forma resumida, o genoma humano é a nossa sequência completa de DNA, que apresenta algumas variações bem pequenas numericamente, mas muito significativas de indivíduo para indivíduo. Agora, as partes do DNA são conhecidos como os genes e carregam informações importantes de um ser vivo — basicamente, as unidades de hereditariedade de um indivíduo — e são necessárias para produção de proteínas no organismo. O curioso, entre os seres, é que existe a variabilidade genética, ou seja, formas alternativas de um mesmo gene entre uma espécie e é o que nos diferencia enquanto humanos. Para se entender a genética das doenças complexas — como hipertensão, alzheimer, depressão, diabetes —, é necessário compreender de que forma o genoma as pode expressar. "Elas são os resultados, provavelmente, de milhares de pequenas variações do genoma de cada indivíduo que somadas conferem um risco maior ou menor. Para termos poder estatístico para identificar esses fatores genéticos, precisamos sequenciar centenas de milhares de indivíduos e fazermos essas correlações", explica a geneticista sobre a importância da pesquisa. A partir desse entendimento, é possível pensar em uma medicina de precisão, onde será possível prever e até mesmo prevenir o desenvolvimento de doenças, com o genoma de uma pessoa. O que representaria uma grande diminuição de custos na saúde, já que o tratamento é mais caro que a prevenção. Além disso, entender melhor a biologia humana possibilita a descoberta de novas terapias. Entretanto, hoje, esse universo de possibilidade está mais restrito à população caucasiana. “No momento, a saúde de precisão é mais precisa para caucasianos e isso não é ético. Precisamos desenvolver essa saúde de precisão para toda humanidade”, defende a professora Pereira. Isso porque a maioria das pesquisas da área de genética ainda são voltadas apenas para populações brancas, mas essas descobertas não se aplicam necessariamente a pessoas de outras ancestralidades (asiáticos, latinos, africanos). Projeto DNA do Brasil faz descobertas importantes sobre como se deu a formação do povo brasileiro a partir do genoma (Imagem: Reprodução/ DNA do Brasil)Agora, quando se analisa populações miscigenadas, como a brasileira, é possível identificar posições do genoma humano ainda não identificados e que pode melhorar a compreensão de condições genéticas que favorecem a propensão a alguma doença, por exemplo. É isso que faz do projeto DNA do Brasil tão interessante. 25 milhões de novas variações genéticas A atual pesquisa sobre o genoma da população brasileira ainda é pouco expressiva no volume de genomas sequenciados, já que foram pouco mais de mil, perto do que se propõe. No entanto, traz resultados significativos pensando em novas descobertas para a área genética. Para ilustrar essa questão, a pesquisadora Pereira compara os resultados preliminares nacionais com as conclusões do Projeto da Diversidade do Genoma Humano (PDGH), no qual foi sequenciado o genoma de 900 pessoas originárias de 54 países diferentes. “Eles [os pesquisadores do PDGH] encontraram 73 milhões de variantes diferentes juntando esses genomas diferentes [sequenciados]. Quando olhamos só uma população, a população brasileira de mil genomas, encontramos 63 milhões de variações. Em uma população, a gente encontra 87% do número de variações que é preciso você usar 54 populações diferentes para você encontrar", explica Lygia sobre a importância dos dados. "Mas o que tem novo na nossa população? 58% dessas variações [brasileiras] são encontradas nesses outros grupos [os dados gênicos do PDGH]. Isso significa que esse sequenciamento da nossa população está nos dando 42% de variações ainda não descritas em genomas humanos. Nesses primeiros mil genomas, significam 25 milhões de variações genéticas que não tinham sido descritas", completa a pesquisadora. Entre as dificuldades para alavancar o projeto, está a falta de dados clínicos da saúde dos brasileiros. Isso porque só podem ser sequenciados pessoas que tenham uma longa ficha médica, já que mais do que fazer essas descobertas sobre o genoma, o projeto foca em comparar a relação dos genes com a predisposição de algumas doenças — etapa ainda não iniciada. “Se o SUS [Sistema Único de Saúde], tiver prontuários eletrônicos, bancos de dados sobre a saúde dos brasileiros. Isso vai permitir que cheguemos aos 100 mil genomas de uma forma mais eficiente", reflete a professora da USP. Vale ressaltar que mesmo com predisposição para uma doença, a pessoa pode nunca a desenvolver, já que isso depende de fatores externos, além da genética. Descobertas históricas sobre a população brasileira “Nós temos uma história de formação da nossa população muito peculiar. Até o século XVI, éramos em torno de cinco milhões de índios de diferentes grupos linguísticos. Depois vieram os europeus, quase quatro milhões, trazendo cinco milhões de africanos [de diferentes regiões do continente]”, lembra a pesquisadora, ainda sem considerar cronologicamente, as populações asiáticas. Entender o genoma dessa população permite também entender sua história. Projeto brasileiro sobre genoma deve turbinar bancos internacionais com novos dados gênicos (Imagem: Reprodução/ Kjpargeter/ Freepik)“Parte das populações [indígenas] foi extinta durante a nossa colonização. Só que fragmentos dos genomas dessas populações ameríndias sobrevivem no brasileiro atual [através de fragmentos do DNA]. Quando tivermos sequenciando o genoma dos brasileiros, vamos conseguir recuperar esses fragmentos de genoma que não existem mais e poderemos reconstruir os genomas dessas diferentes populações"., explica a professor Lygia “Da mesma maneira para o componente africano. Quando foi instaurada a lei áurea no Brasil, toda a documentação sobre o tráfego de escravos foi destruída. Então, não se tem uma documentação da origem para as pessoas que têm uma ancestralidade africana. Ao sequenciar o genoma dessas pessoas e analisar o componente africano, vamos poder devolver a sua origem e devolver a sua história da vinda de diferentes populações africanas", continua a pesquisadora sobre as possibilidades do projeto. Por enquanto, é possível identificar uma "assimetria de transmissão de DNA materno e paterno na nossa formação", comenta Pereira. “Olhando a ancestralidade do DNA mitocondrial [que é exclusivamente a herança materna] desses primeiros genomas, vemos uma grande fração africana [34%] e nativa americana [36%]", afirma a pesquisadora. Por outro lado, quando se analisa a herança paterna, expressa no cromossomo Y, a situação não é tão diversificada. “75% dos cromossomos Ys da nossa população traz ancestralidade europeia, só 1% tem ancestralidade nativo americano. E comparado com a herança materna africana a paterna é muito menor", completa a professora. Para acessar a página oficial da III Semana de Biotecnologia USP, clique aqui. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi cutuca Apple e diz que vai reduzir uso de plástico e manter o carregador Samsung registra patente de celular com uma curiosa tela destacável iPhone 12 Pro Max é homologado pela Anatel e já pode ser vendido no Brasil Naves poderiam chegar a Titã, lua de Saturno, em apenas 2 anos com este motor Google Play Música é encerrado tanto na web quanto no aplicativo; entenda

DNA do Brasil | Entenda como o DNA brasileiro pode mudar a medicina de precisão
RENOVA Mídia
13:58 22/10/20

Lista de celebridades apoiando Trump cresce nos EUA

Kirstie Alley afirmou que votou em Trump em 2016 e vai votar nele novamente. Leia no site da RENOVA Mídia » Lista de celebridades apoiando Trump cresce nos EUA

Lista de celebridades apoiando Trump cresce nos EUA
Canaltech
13:58 22/10/20

Julgamento de herdeiro da Samsung por fraude é adiado para janeiro

Começou nesta quinta-feira (22) o julgamento do herdeiro e ex-diretor da Samsung, Lee Jae-yong, por acusações de fraude e manipulação de ações. O primeiro encontro entre promotores e advogados serviu para acertar a agenda dos procedimentos legais e terminou com uma extensão no prazo para início dos trabalhos, que agora devem começar em janeiro de 2021. Justiça nega pedido de prisão do herdeiro da Samsung Herdeiro da Samsung anuncia fim de sucessão familiar na companhia Um dos motivos para o adiamento foi a apresentação de um documento de 190 mil páginas com contratos, depoimentos de testemunhas e outros objetos legais que sustentam a acusação. Lee não compareceu à audiência do processo, pelo qual foi indiciado por fraude contábil e manipulação de ações relacionadas a uma fusão entre a holding Samsung C&T, que controla todas as empresas do grupo, e a Chell Industries, dos setores têxtil e químico. A ideia é que a aquisição, que aconteceu em 2015, serviu para aumentar a parcela de controle de Lee sobre a companhia sul-coreana, pavimentando seu caminho para a vice-presidência da corporação. O negócio chegou a ser questionado por acionistas e outros diretores da Samsung, após ser visto como uma maneira de solidificar o comando da família fundadora e afastar possíveis postulantes a cargos de diretoria na estrutura. -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- Além disso, os promotores acusam Lee de estar envolvido diretamente em fraudes nos documentos contáveis do braço de biologística da Samsung, em mais uma forma de ampliar o próprio controle em diferentes setores da empresa. Ele estaria ciente das manipulações nos números e teria aprovado a publicação de relatórios que não refletiam a realidade, um crime que também teria contado com a participação de outros executivos da gigante, também afastados do comando. Levando em conta o escopo das acusações e o envolvimento de Lee em escândalos de suborno a acionistas e até mesmo o impeachment da ex-presidente da Coreia do Sul, Park Geun-hye, pelo qual o herdeiro também foi indiciado por tráfico de influência, os promotores pediram celeridade aos juízes. Entretanto, diante do tamanho do documento apresentado pela acusação, a defesa solicitou o adiamento e agora o julgamento deve começar somente no dia 14 de janeiro. Na audiência de agendamento, a defesa de Lee afirmou que a fusão entre a Samsung e a Chell Industries foi um procedimento comum da indústria de tecnologia, com o envolvimento do herdeiro constituindo atividade normal de gerenciamento. Os advogados também negaram as acusações de fraude contábil relacionadas ao setor de biologística. Reorganizando a casa Todas as acusações, por outro lado, já geraram reflexos diretos na estrutura empresarial da Samsung. Em maio, Lee anunciou o fim da sucessão familiar no comando da companhia, encerrando um legado de três gerações que vinha desde a fundação da marca, em 1938. Na ocasião, o antigo vice-presidente pediu desculpas por seus envolvimentos em escândalos e se comprometeu a montar uma equipe com diferentes gêneros, nacionalidades e expertises, de forma a melhor preparar a fabricante para os desafios da indústria global. A mudança, porém, teria sido um pedido de acionistas e da própria gerência executiva da Samsung, que considerou insustentável a permanência da família na diretoria, principalmente depois de Lee ser preso, junto a dois outros executivos. Ele foi libertado em fevereiro de 2018 e responde aos processos em liberdade, pois a justiça não considera risco de fuga e conta com sua cooperação ao longo dos indiciamentos. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi cutuca Apple e diz que vai reduzir uso de plástico e manter o carregador Samsung registra patente de celular com uma curiosa tela destacável iPhone 12 Pro Max é homologado pela Anatel e já pode ser vendido no Brasil Naves poderiam chegar a Titã, lua de Saturno, em apenas 2 anos com este motor Google Play Música é encerrado tanto na web quanto no aplicativo; entenda

Julgamento de herdeiro da Samsung por fraude é adiado para janeiro
IGN Brasil
13:57 22/10/20

Death Stranding 2? Hideo Kojima trabalha em novo jogo

A Kojima Productions está contratando "o melhor talento da área" Kojima Productions confirmou que está desenvolvendo um novo projeto e que está contratando profissionais para o estúdio em Tóquio.

Death Stranding 2? Hideo Kojima trabalha em novo jogo
Olhar Digital
13:50 22/10/20

Vídeos mostram carros autônomos da GM quase causando acidentes; veja

Recentemente, o Department of Motor Vehicle (DMV) da Califórnia, agência governamental que cuida dos registros de veículos e licenças de motorista, autorizou a General Motors a testar seus novos carros Cruise sem motorista nas ruas de San Francisco.No entanto, com base em imagens da ação desses veículos postadas no YouTube há cerca de dez meses, os carros parecem não estar prontos para tamanha responsabilidade. Como relatado pelo Jalopnik, na maioria dos casos, os veículos conseguem seguir as regras da estrada.Mas existem momentos em que eles simplesmente encontram dilemas que os fazem agir de maneira irregular ou quase causar acidentes. Isso levanta questões relacionadas à segurança desse tipo de transporte – além de nos fazer pensar o quão seguro pode ser deixá-los sem supervisão.Apesar de mostrar uma direção boa na maior parte do tempo, o Jalopnik argumenta que, não importa se um carro sem motorista faz um bom trabalho 95% das vezes, há outros momentos que ainda merecem atenção.Algumas situações são de baixa gravidade, como este vídeo que mostra o carro movendo-se para a direita e esquerda para evitar outros veículos estacionados nas laterais da rua.Outros são mais perigosos, como este em que o carro permanece atrás de uma família de ciclistas, se recusando a ultrapassá-los com segurança. Ter um veículo acelerando e freando constantemente próximo a você deve ter sido um tanto quanto estranho para essas pessoas.O problema real está em uma série de situações que quase causaram acidentes, como momentos em que o carro acelera em direção a outros veículos e um cenário em que um dos carros quase causa um acidente com uma moto, um SUV e um sedan em alguns cruzamentos.Como os vídeos estão desatualizados, é possível que alguns desses problemas já tenham sido resolvidos. De qualquer forma, a incerteza que permeia a utilização dessa tecnologia é, de certa forma, preocupante.Via: Futurism

Vídeos mostram carros autônomos da GM quase causando acidentes; veja
Infomoney
13:46 22/10/20

Ações da Weg sobem após forte queda da véspera, bancos têm nova sessão de ganhos e Qualicorp cai 2%

Confira os destaques da B3 na sessão desta quinta-feira (22) The post Ações da Weg sobem após forte queda da véspera, bancos têm nova sessão de ganhos e Qualicorp cai 2% appeared first on InfoMoney.

Ações da Weg sobem após forte queda da véspera, bancos têm nova sessão de ganhos e Qualicorp cai 2%
Canaltech
13:45 22/10/20

Baixe agora os novos papéis de parede do iOS 14.2 Beta

A Apple liberou para desenvolvedores o quarto beta do iOS 14.2. Uma das novidades mais visíveis da versão são novos papeis de paredes, incluindo fotos e ilustrações. As imagens oferecem versões para os modos claro e escuro do sistema e você pode baixa-los a seguir. Mais diversidade no iPhone: confira os 117 novos emojis do Beta 2 do iOS 14.2 Instalou o iOS 14? Apple não permite mais que você faça downgrade para o 13.7 10 novas funções do iOS 14 para você testar hoje mesmo O iOS 14.2 promete novos emojis para o sistema, uma maior integração com o serviço de reconhecimento de músicas Shazam — comprado pela Apple em 2017 —, ajustes no widget de música do centro de controle e um recurso de “detecção de pessoas” que ajuda usuários com deficiência visual a saber a distância aproximada de terceiros. Serviços e dispositivos da fabricante também receberam novidades no novo iOS, com um novo ícone para o app do Apple Watch, mostrando a nova pulseira do relógio, histórico anual de gastos do cartão Apple Card e suporte a novos recursos dos alto-falantes conectados HomePod. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Papel de parede iOS 14.2 (Reprodução/Apple)Papel de parede iOS 14.2 (Reprodução/Apple)Papel de parede iOS 14.2 (Reprodução/Apple)Papel de parede iOS 14.2 (Reprodução/Apple)Papel de parede iOS 14.2 (Reprodução/Apple)Papel de parede iOS 14.2 (Reprodução/Apple)Papel de parede iOS 14.2 (Reprodução/Apple)Papel de parede iOS 14.2 (Reprodução/Apple)Papel de parede iOS 14.2 (Reprodução/Apple)Papel de parede iOS 14.2 (Reprodução/Apple)Papel de parede iOS 14.2 (Reprodução/Apple)Papel de parede iOS 14.2 (Reprodução/Apple)Papel de parede iOS 14.2 (Reprodução/Apple)Papel de parede iOS 14.2 (Reprodução/Apple)Papel de parede iOS 14.2 (Reprodução/Apple)Papel de parede iOS 14.2 (Reprodução/Apple)Papeis de parede O quarto beta do iOS 14.2 traz oito novos papeis de parede, cada um deles com versões ajustadas para o modo escuro do sistema. Para baixa-los, acesse esta pasta com as imagens. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi cutuca Apple e diz que vai reduzir uso de plástico e manter o carregador Samsung registra patente de celular com uma curiosa tela destacável iPhone 12 Pro Max é homologado pela Anatel e já pode ser vendido no Brasil Naves poderiam chegar a Titã, lua de Saturno, em apenas 2 anos com este motor Google Play Música é encerrado tanto na web quanto no aplicativo; entenda

Baixe agora os novos papéis de parede do iOS 14.2 Beta
TechTudo
13:38 22/10/20

WhatsApp anuncia função de compras dentro do aplicativo

Versão comercial do mensageiro permitirá que clientes concluam processo de compra pelo app O WhatsApp anunciou nesta quinta-feira (22) as funções que devem chegar em breve para a versão comercial do mensageiro. Entre as novidades, a principal é a possibilidade de fazer o processo de compra de produtos pelo WhatsApp Business, sem precisar recorrer a outros serviços para que o cliente efetue o pagamento. A edição de vendas do aplicativo, disponível para celulares Android e iPhone (iOS), já fornece alguns recursos úteis para donos de negócios, como a opção de criar catálogos de produtos e informar, em um só lugar, dados importantes, como descrição e valor do item. LEIA: Conheça cinco truques para se livrar de pessoas e grupos chatos no WhatsApp WhatsApp Business é a versão comercial do popular mensageiro Rita Silveira/TechTudo Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo A função de checkout que chegará ao WhatsApp Business é semelhante à ferramenta de vendas já presente no Instagram, outro aplicativo do Facebook. O recurso permite que todo o processo de compra seja realizado pela mesma plataforma, incluindo as etapas de seleção de produto, contato com o vendedor e pagamento. Não foram revelados muitos detalhes sobre a novidade, como se cobrará taxa de serviço aos negócios que optarem por receber pagamentos pelo WhatsApp Business. Entretanto, no mesmo anúncio, a companhia avisa que o mensageiro passará a cobrar por algumas funcionalidades da versão empresarial do WhatsApp, e garante que o uso do app comum continuará gratuito. O WhatsApp também aproveitou a ocasião para revelar alguns números de uso da versão empresarial do aplicativo: mais de 175 milhões de usuários entram em contato com contas comerciais todos os dias. Em julho, a companhia tinha informado que o WhatsApp Business conta com 5 milhões de usuários mensais só no Brasil. História em desenvolvimento... Via WhatsApp e Wall Street Journal Como comprovar que conversa do WhatsApp por backup é verdadeira? Tire dúvidas no Fórum do TechTudo. 4 coisas que seus contatos do WhatsApp sabem sobre você WhatsApp Web começa a testar chamadas de vídeo e voz no PC Como funciona WhatsApp Web? Nove perguntas e respostas da versão para PC 6 tipos de mensagens que você não deve enviar para ninguém no WhatsApp

WhatsApp anuncia função de compras dentro do aplicativo
Carregando...

Principais Notícias

Investing Brasil
17:55 22/10/20
Investing Brasil
17:20 22/10/20
Investing Brasil
17:20 22/10/20
Investing Brasil
17:15 22/10/20
Investing Brasil
17:05 22/10/20
Investing Brasil
16:55 22/10/20
Investing Brasil
16:55 22/10/20
Investing Brasil
16:52 22/10/20
Investing Brasil
16:50 22/10/20
Investing Brasil
16:46 22/10/20
Carregando...
loading
gabge | 2020
Seu feed de notícias